Aquilo que se aprende com Thiago de Mello

Não cresce o homem
da mesma maneira como cresce uma flor: arraigado
em seu peito, destoa a liberdade
– essa palavra canora -,
e canta, atravessa seu dia de fúria ou dor.

Alegre, canta: pássaro ao chão,
pleno de si ou do outro, abriga a manhã
nos olhos, desatina a amar como criança, como menino
que se apega ao ar: de aço, faz sua casa.
Na atmosfera abstrata, o amor é erigido.

Redige no homem sua aflição, seu temor: corta-lhes as asas
e lhe ensina, verdadeiramente, a voar.

Anúncios

2 Responses to “Aquilo que se aprende com Thiago de Mello”


  1. 1 jornadadasaudeufsc2010 setembro 16, 2011 às 2:34 pm

    Marcelo,
    esse blog ainda é seu? Se for de qualquer outra pessoa, peço inúmeras desculpas (:

    (Agora, se for o Marcelo):
    Não sei se você vai lembrar de mim, mas eu sou a Malu de muitos anos atrás, da vida e das poesias e contos e tudo o que dói. Ontem estava numa varanda tomando vinho e li um texto do Caio para uma amiga e me lembrei de você. Como está tudo?

    Enfim, me escreve se quiser. (malurcidade@gmail.com)

    Beijo grande (se não for o Marcelo, beijo pra você também!)

  2. 2 Malu setembro 16, 2011 às 2:36 pm

    Olha, não sei da onde veio esse “jornadadasaudeufsc2010” hahaha


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Burguesia

Híbrido espanto: poemas, contos, comentários e de vez em quando ciências sociais.

Calendário

novembro 2010
S T Q Q S S D
« out   set »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Páginas


%d blogueiros gostam disto: