Archive for the '1' Category

De um navegante

Eu navegaria meus dedos por tua pele.
Ainda que tu te agistes: alto mar. Percorreria
teu corpo como quem avista a Terra,
teu corpo cheio de riquezas e florestas, corpo minúsculo
ao alvoroçar do vento.

E te faria papel, lâmina na qual escrevo
o nome deste dia. E  te perdoaria toda dor,
toda angústia que trazes quando vens ao meu encontro.

E se tu acaso viesses
eu navegaria os instantes que te precedem: tempestade de tempo.

Anúncios

Burguesia

Híbrido espanto: poemas, contos, comentários e de vez em quando ciências sociais.

Calendário

outubro 2017
S T Q Q S S D
« mar    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Páginas